5 de junho de 2011

Klingons


O Klingons são uma raça humanóide de guerreiros com origem no planeta natal chamado Qo'noS (Kronos). Eles são povo orgulhoso e tradicional que avaliam honra pessoal e familiar acima de tudo. Sua cultura agressiva os tornaram um poder militar temido e respeitado por todos. Também a fisiologia Klingon é bastante diferente, vários órgão vitais tem redundâncias múltiplas. Esta característica física, conhecida como brak'lul, permite aos guerreiros Klingons uma resistência enorme a ferimentos mortais durante uma batalha.

A característica mais evidente de um klingon são suas reentrâncias na testa, formando um aglomerado de peles. A beleza klingon é qualificada de acordo com a quantidade de rugas na testa. Outra característica é a ausência de dutos lacrimais. Isso também contribui para que sua imagem perante os terráqueos pareça fria e desinteressada, quando na verdade o klingon possui uma grande carga de sentimentos desencadeada por sua educação e modo de vida incansável. Seu sangue possui cor rosa, e sua constituição física supera em muito a dos outros humanóides. Seu coração possui uma camada extra de musculatura, que serve tanto para proteção como para proporcionar mais força. Seu tórax também possui um revestimento extra de tecido protetor.

A civilização Klingon inteira está baseada no conceito de Honra e na Reputação de Família (Muito semelhante ao antigo sistema feudal japonês da Terra). A realização e coroamento glorioso da vida de qualquer Klingon é morrer com honra, e preferivelmente em uma batalha honrada e gloriosa.

Foram observados duas aparências para os klingons ao longo dos primeiros contatos com a Federação. Em 2151 foi efetivamente o primeiro contato com a raça, quando um klingon caiu acidentalmente na Terra, obrigando ao governo da Terra enviar um nave para devolve-lo a Kronos. A aparência até aquele momento era semelhante a atual com as reentrâncias na testa. Depois em 2268 vimos os klingons com a testa lisa e uma forma mais parecida com os humanos. Entretanto em 2271, um transmissão klingon foi interceptada pela Estação Episilon 9, quando da incursão de V'Ger no espaço da Federação, mostrando a real face dos klingons, novamente com as reentrâncias na testa. Existem várias explicações para esta situação, mas assumimos a explicação oficial publicada no livro "Star Trek Science Logs" de André Bormanis (consultor de ciências para Deep Space 9 e Voyager, numa posição similar àquela ocupada por Rick Sternbach e Mike Okuda), e diz:

"Os Klingons reconheceram, em alguma parte do final do século 23, que uma classe de guerreiros melhorados pela engenharia genética seriam mais efetivos em batalhas, e então produziram e criaram uma classe de guerreiros superior."

Fonte : USS Venture